2012

ANA LUISA CRUZ SUZIGAN

Orientador(a): Jofre Silva

Design e fotografia: o retrato nas capas da revista Bravo!

Resumo:
Essa dissertação é o resultado de um estudo que teve como objetivo principal discutir a relação entre o design e a fotografia, observando o papel do retrato fotográfico no projeto gráfico de capas de revistas, mais especificamente da Revista BRAVO!, publicada mensalmente pela Editora Abril, no período entre os anos de 2007 e 2010. Embora esse trabalho apresente limitações é possível perceber através das seis capas escolhidas: a aplicação dos conceitos do design gráfico e da fotografia de retrato nas capas estudadas. A composição da cena, a compreensão do espaço cênico, as regras dos terços e do espaço da página impressa, o fortalecimento do conteúdo através da fotografia, o enquadramento, o apelo editorial, a manchete da publicação impressa etc. As seis edições escolhidas contemplaram os conceitos apresentados. A coleta de dados contemplou trinta e três edições da Revista BRAVO! publicadas entre 2007-2010. A revisão literária foi fundamental para a extração de conceitos e informações que possibilitaram a análise e a síntese do objeto de estudo da pesquisa.

Arquivo PDF


ANNA LUCIA DA SILVA ARAUJO VÖRÖS

Orientador(a): Cristiane Ferreira Mesquita

Design e modos de vida: uma escuta para conexões entre objetos e valores contemporâneos

Resumo:
O presente trabalho investiga o Design enquanto articulador de linguagens, visando identificar aspectos em torno de interações que se estabelecem entre objetos, usuários e modos de vida proeminentes no contemporâneo. Para delinear tais correspondências, apresenta uma breve revisão conceitual sobre a formulação da subjetividade articulada à abordagem que o filósofo Gilles Lipovetsky manifesta para a contemporaneidade a partir de seus apontamentos sobre o sistema Moda, bem como das propostas que o escritor italiano Ítalo Calvino vislumbra para a literatura do terceiro milênio. Compartilha ainda uma revisão das teorias relativas à linguagem dos objetos de Design, articulando autores como Bernhard E. Bürdek, Rafael Cardoso e Adrian Forty. Em diálogo com as conceituações, a pesquisa investiga aspectos dos modos de escuta predominantes nos dias atuais, a fim de melhor delinear o contexto das interações entre usuários e dois objetos selecionados o walkman e o ipod. Para tanto, foram realizadas entrevistas cujas interpretações estabelecem eixos condutores para melhor entendimento das correspondências entre objetos de Design e modos de vida contemporâneos.

Arquivo PDF


DEBORAH KEMMER FUTLIK MARIANI

Orientador(a): Gisela Belluzzo de Campos

Ações projetuais com lixo computacional em São Paulo: uma questão de design

Resumo:
O termo design sustentável foi largamente difundido nas últimas décadas concomitante à demasiada quantidade de resíduos com a possibilidade de reaproveitamento. Esse índice é ainda mais crescente no tocante ao lixo computacional, tendo em vista a obsolescência programada desse tipo de produto.
O presente trabalho trata essencialmente do problema do lixo computacional e das suas possíveis soluções, considerando os adventos tecnológicos crescentes e as suas consequências. Sob o prisma da sustentabilidade, são discutidas ações que tratam de minimizar o problema do lixo computacional, considerando aspectos sociais e econômicos. Com isso, a pesquisa identifica espaços no mundo contemporâneo que transformam suas vivências em ações capazes de dar um novo rumo à atividade projetual no design e aponta as metodologias utilizadas pela sociedade civil reinventora e criadora de espaços que favorecem e ativam novas formas de coexistir e de habitar, contribuindo de forma positiva para o problema do lixo computacional.

Arquivo PDF


JORGE ALBERTO PAIVA DA COSTA

Orientador(a): Jofre Silva

O design da ilustração no livro ilustrado brasileiro contemporâneo

Resumo:
Este estudo trata da relação entre design e ilustração no livro ilustrado contemporâneo que desenvolve uma narrativa por meio da mútua interação entre texto e imagem. O intuito é compreender como o design está presente na composição da imagem ilustrativa e como se desenvolve no livro ilustrado. O assunto é abordado por meio da organização de diferentes recursos como: enquadramento, ponto de vista, ritmo, imaginário, relação entre texto e imagem, e a montagem entre enunciados verbais e visuais. Estes assuntos são extraídos de estudos de caso de livros ilustrados. As análises são realizadas tendo em vista o instrumental teórico do design e da ilustração, como: Oliveira (2008), Loomis (1947; 1951; 1961), Nikolajeva (2010), Linden (2011), Arnheim (2008), Gombrich (1999; 2007) e Flusser (2007). O objeto deste estudo é o design da ilustração de Ismália (2006), Lampião e Lancelote (2006) e Um outro pastoreio (2010). Assim, apresentamos um modo de ver o design da ilustração que se concretiza sempre na visão subjetiva do observador. Também é ressaltada a importância do ilustrador no entretenimento, na disseminação de cultura e no imaginário popular.

Arquivo PDF


JOSÉ HENRIQUE MANO PENNA

Orientador(a): Anna Mae Tavares Bastos Barbosa

O design de som para o projeto Memória Viva Guarani – a concepção projetual em produções fonográficas ligadas à música dos índios Guarani

Resumo:
Este trabalho relaciona a pratica projetual do design com a atividade projetual existente no ato da produção fonográfica. Assume os processos de gravação e mixagem como etapas interdependentes e intrínsecas ao processo industrial de replicação fonográfica. Para tanto, partindo do esquema ontológico do design proposto por Bonsiepe, aproxima a prática de gravação e mixagem da concepção do Design pela ótica do processo e do empenho projetual. Como estudo de caso analisa todos os procedimentos projetuais que contribuíram e foram utilizados para a concretização do áudio contido nos CDs ÑANDE REKO ARANDU e ÑANDE ARANDU PYGUÁ.

Arquivo PDF


JULIANA ZANETTINI

Orientador(a): Cristiane Ferreira Mesquita

Pesquisa de tendências: uma abordagem sob a ótica do design de moda

Resumo:
O presente trabalho faz uma investigação sobre as pesquisas de tendências no campo do design. Para tanto, objetiva-se um levantamento qualitativo e de cunho exploratório sobre os modos como as tendências se inter-relacionam com instâncias distintas do consumo e um enfoque particular para com o design de moda. Em nosso trajeto apontam-se aspectos pertinentes ao histórico, à pesquisa e à classificação das tendências, bem como considerações sobre a importância dos indivíduos na configuração destes fenômenos. Uma abordagem a respeito das formas como as tendências são criadas e disseminadas nas esferas coletivas e individuais é explorada a partir de um estudo acerca dos estilos de vida. Nessa perspectiva, as questões que envolvem diferentes formas de viver social se articulam tanto no âmbito das ruas quanto das redes virtuais e caracterizam-se como suporte para a prospecção de sinais emergentes de tendências.

Arquivo PDF


LEANDRO FERRETTI FANELLI

Orientador(a): Anna Mae Tavares Bastos Barbosa

O Design Gráfico e a Publicidade dos Anúncios de Automóveis da Revista O Cruzeiro entre os anos de 1968 e 1972

Resumo:
Essa pesquisa busca aprofundar o conhecimento do design gráfico através da sua atuação no mercado publicitário. Para isso serão analisados os anúncios de automóveis publicados na revista O Cruzeiro, entre os anos de 1968 e 1972. A discussão possibilita entender como o mercado publicitário atuava no período sob influências culturais e sociais não apenas do Brasil, mas também dos Estados Unidos. Para isso, falaremos dos anúncios publicitários criados por Bill Bernbach, em um período em que a publicidade mundial passou por grandes mudanças. Assim, analisaremos a fundação e evolução da revista O Cruzeiro, algumas publicidades veiculadas, desde o início do século XX até chegar ao período acima citado. As análises foram baseadas na técnica desenvolvida por Robert Willian Ott, intitulada Image Watching, e com isso iremos demostrar como os desenvolvimentos dos layouts dos anúncios publicitários veiculados na época influenciavam a população brasileira. Os resultados obtidos nesta pesquisa asseguram a necessidade de aprofundar este estudo pela técnica desenvolvida pelo professor Ott, aplicadas ao mercado publicitário..

Arquivo PDF


LUISA DE ALMEIDA MAGALHÃES SIMÃO

Orientador(a): 
Cristiane Ferreira Mesquita

O terno na contemporaneidade: entre a tradição e o design de moda

Resumo:
Esta pesquisa aborda o terno como um artigo do vestuário que acompanha as exigências do mercado de moda, sem perder sua original conexão com a tradição e com a alfaiataria clássica e investiga o traje sob diferentes perspectivas. A fim de compreender melhor sua origem, o texto apresenta uma averiguação histórica, contextualizando o terno ao longo do tempo, apontando conexões com o campo do design de moda, realçando seus atributos simbólicos e enfatizando alguns dos paradoxos que o caracterizam. Após este trajeto, nosso objeto de estudo é abordado sob o ponto de vista dos estilos de vida e dos usos individuais, de modo a enfocar o traje no contemporâneo. Por fim, o terno é pensado a partir do trabalho do alfaiate e artista plástico mineiro Marcelo Blade, o que aponta reflexões no âmbito da experiência estética.

Arquivo PDF


MARCELO LOPARDI MOSTARO

Orientador(a): Márcia Merlo

O stylist como bricoleur no design de moda

Resumo:
O presente estudo aborda o ofício do stylist de moda e como este correlaciona o design e a moda. Para tanto, pinçamos algumas relações sobre o design e a moda e abordamos como ambas se relacionam com o stylist de moda. Para o nosso recorte, objetivamos o profissional que executa o seu ofício de styling para os editoriais de moda. A diversidade criativa proposta pelo stylist acarreta uma construção notória de looks na mídia contemporânea – o processo de estilização do design produzido por meio dos looks, proporcionando leituras não verbais. Utilizamos o conceito de Bricoleur, da obra de Lévi-Strauss (1989), e de configuração, de Arnheim (2006), para aclarar o possível método de estilização mencionado por Cardoso (2008).

Arquivo PDF


MARIA LUCINETI SIFUENTES

Orientador(a): Agda Regina de Carvalho

Design e espacialidades: desfiles de moda como performance

Resumo:
Esta dissertação tem como objetivo entender a articulação do design nas espacialidades dos desfiles de moda de Viktor & Rolf, Alexander McQueen e Martin Margiela nas décadas de 2000. Aborda as características performáticas destes desfiles e suas dimensões comunicativas a partir de uma linguagem artística. Apresenta questões relativas sobre as narrativas e suas formas de percepção, do design, do corpo ou do objeto em articulação com o espaço. Destaca uma infinidade de significados que renovam-se e transformam-se continuamente em articulação com as práticas estéticas contemporâneas e suas experimentações por meio da performance. O estudo observa o desfile de moda e as transposições, justaposições e experimentações com a performance dos desfiles estudados. Conclui-se que estes discursos, a partir desta construção estética, manifestam nestes espaços um processo e uma visualidade com a produção de sentidos. O receptor recebe informações e estímulos que se renovam continuamente. Um discurso em que a interação acontece com diferentes estruturas, que propiciam múltiplas interpretações, culminando a uma situação em que os desfiles de moda expressem um design que instiga, sugere, questiona e provoca com a realização performática nas espacialidades.

Arquivo PDF


MAYRA FERREIRA MARTYRES

Orientador(a): Jofre Silva

O design do cartão postal da cidade de Belém: a fotografia como memória da Belle Époque [de punctum a punctum]

Resumo:
A pesquisa analisou os cartões postais da cidade de Belém do Pará, impressos no livro intitulado Belém da Saudade: A memória da Belém do início do século em cartões postais, editado pela Secretaria de Cultura do Governo do Estado do Pará – SECULT, 2ª ed. publicado em 1998. Este livro reproduz cartões postais do início do século XX, período em que a cidade de Belém passava por uma grande transformação, durante a Belle Époque, principalmente na sua estrutura urbana, possibilitada por sua principal fonte de riqueza, a extração da borracha. Em decorrência desse capitalismo estrangeiro, infiltrado na região, a cidade se tornava referência de modernidade no Brasil. O estudo desses postais se tornou importante por serem, na época, o principal meio de veiculação e divulgação desse ideário de modernização, e a sua relevância está em documentar o momento, provocar, na memória do espectador, a configuração de um ideal estético da cidade completamente fora do seu real contexto social, tornando-se testemunhas de uma ideia fora do lugar, na concepção de Schwartz (1973). Este autor evidenciava a discordância ideológica entre o mundo das ideias e o mundo das práticas sociais que existia no século XIX, e, como sabemos, essa concepção não se esgotou nesse período, historicamente ela se estendeu ao longo de toda a nossa reprodução social, e é essa discordância ideológica que vamos apontar nas imagens fotográficas impressas nos cartões postais, para tanto, os olhamos sob as lentes teóricas da abordagem semiológica de Barthes (1984), contida na Câmara Clara, mais especificamente a partir do conceito de punctum, realizando uma operação estética visual de pinçar o detalhe que provocou, no nosso olhar, estranheza e testemunhou um descompasso estético e um desencontro no tempo e no espaço.

Arquivo PDF


NATALIE RODRIGUES ALVES FERREIRA

Orientador(a): Márcia Merlo

O design de moda e o desenvolvimento dos calçados femininos no polo de Franca-SP

Resumo:
Esta pesquisa contextualiza os calçados femininos e seus processos de design, incluindo o criativo, no polo de Franca, interior do Estado de São Paulo, por meio de uma pesquisa e reflexão de conceitos relacionados ao design, design de moda e calçados, desenvolvidos a partir de levantamento documental, referências bibliográficas, pesquisas iconográficas e estudos de caso. O artefato calçado é abordado como elemento de cultura material; contextualizando o polo a partir de referências históricas sobre sua produção e investigou-se, utilizando de técnicas qualitativas e abordagem comparativa, sobre os processos criativos adotados por indústrias brasileiras para se pensar o desenvolvimento de calçados em Franca. A partir desse contexto, partiu-se para uma reflexão sobre a visão local a respeito do design, apresentando as perspectivas do ensino local e o desenvolvimento de calçados. O resultado dessa pesquisa apontou a necessidade de utilizar novas referências e novos processos criativos para a concepção de calçados inovadores e autorais, além de uma valorização e fomentação de conhecimentos, por meio da formação continuada dos designers locais e um efetivo envolvimento por parte de instituições de pesquisa e ensino, empresários e designers para o desenvolvimento de calçados que destaquem a produção local.

Arquivo PDF


LARA ANDRADE OLIVEIRA VAZ

Orientador(a): Márcia Merlo

O autor no design de jóias: uma aproximação com o direito

Resumo:
Este estudo pretende analisar políticas de criação em Moda que extrapolem os sentidos padronizantes do contexto contemporâneo, partindo de uma abordagem da expressão desregular, trazida pelo geógrafo Milton Santos (2009) e poeta Manoel de Barros (2010). Para isso, primeiramente apresentamos uma leitura dos modos majoritários do modelo econômico vigente, marcado pela massificação nos processos de criação dos objetos de Moda instituídos na sociedade atualmente. A partir de autores como Sevcenko (2010), Santos (2009) e Castells (2010), considera-se que os indícios da sociedade de consumo como se apresentam hoje já se conformavam no século
XIX, provocando transformações fundamentais que colaboraram com sua formação. Para estabelecer um contraponto analítico, optou-se por apresentar os trabalhos em campos diversos que propõem modos de criação os quais sugerem um fazer desregular, a partir de situações de deslocamento ou
rompimento com a regularidade, no modelo social do contemporâneo. Primeiramente, apresentou-se o trabalho dos artistas Hélio Oiticica e Laura Lima como referência no campo da arte. Em um segundo momento, apresentaram-se alguns movimentos urbanos significativos que foram relacionados ao estudo de Hakin Bey (2011) sobre as TAZs (Zonas Temporárias Autônomas). E, por último, apresentou-se o desregular por meio do campo da Moda a partir do trabalho da designer Karlla Girotto, que apoiouse nas pesquisas históricas e conceituais de Cardoso (2011) e Lipovetsky
(2005) para desenvolver seus estudos.

Arquivo PDF


MARCO TÚLIO BOSCHI

Orientador(a): Gisela Belluzzo de Campos

O Design Thinking como abordagem para gerar inovação: uma reflexão

Resumo:
Esta pesquisa tem o propósito de investigar o Design Thinking como abordagem para gerar inovação. Na contemporaneidade, para atender as demandas de uma sociedade em constante transformação, é necessário que os designers se mantenham atualizados e preparados profissionalmente, tanto no âmbito acadêmico como empresarial. Neste contexto dois tópicos se destacam e chamam atenção por exercer influência na atividade de design: a Inovação e o Design Thinking. Para discutir como estes dois aspectos podem ser incorporados à prática do design, foram adotados nesta pesquisa os seguintes procedimentos metodológicos: a revisão da literatura existente em bibliografia da área de design e da área empresarial e a consulta a especialistas através de entrevistas. O foco se concentrou em pesquisar os conceitos de inovação na visão empresarial e do Design Thinking procurando estabelecer as correlações entre os temas. Concluiu-se que o Design Thinking é uma abordagem diferenciada para gerar inovação e apresenta potencial para ser utilizada pelos designers tanto na academia como ferramenta de trabalho profissional.

Arquivo PDF


SAVANA LEÃO FACHONE

Orientador(a): Márcia Merlo

Design e artesanato: o sentido do fazer manual na contemporaneidade

Resumo:
Esta dissertação traz a análise de experiências que vinculam práticas de trabalho e vivências cotidianas, tendo por objeto de estudo o sentido do fazer artesanal na contemporaneidade. Para isso, dois distintos contextos de produção são abordados: o primeiro é o de um artesão ceramista pertencente à cidade de Cuiabá, Mato Grosso. O segundo diz respeito ao trabalho de um designer ceramista com ateliê na cidade de Nova Friburgo, Rio de Janeiro. O estudo traça um paralelo entre artesão e o designer, sinalizando os pontos convergência entre os campos do design e do artesanato, identificando relações híbridas (CANCLINI, 2008), no intuito de articular as informações oriundas de seus processos de produção e verificar questões relacionadas ao desenvolvimento de seus artefatos no processo de fabricação artesanal, a fim de conhecer e entender o sentido do fazer manual nos dias atuais.

Arquivo PDF


SIDNEY RUFCA

Orientador(a): Luisa Angélica Paraguai Donati

Design de produto: técnicas e tecnologias de representação visual

Resumo:
Esta pesquisa tem como proposta discutir a maneira como o uso dos softwares bidimensionais e tridimensionais destinados ao design pode contribuir para o desenvolvimento do projeto de produto. Serão apresentadas as diferentes formas de representações visuais, assim como a técnica da visualização da informação aplicada ao design de produto. Serão discutidos os resultados obtidos no processo de desenvolvimento de produto utilizado na forma tradicional por meio do uso da técnica do lápis e papel e no processo por meio do uso da computação gráfica. Esta discussão leva à reflexão sob a ótica da análise das diferentes técnicas e tecnologias aplicadas ao design. Isso possibilita compreender os resultados obtidos no processo, que podem ser influenciados pelas ferramentas e tecnologias digitais que estão à disposição do designer; entretanto, esses recursos não necessariamente alteram a qualidade do resultado final do produto..

Arquivo PDF


TERESA CRISTINA SANTOS REBELLO

Orientador(a): Luisa Angélica Paraguai Donati

Design e modos de uso: projetando experiências na cultura de consumo

Resumo:
Esta pesquisa de cunho teórico busca demonstrar que as transformações comportamentais assumidas pelo indivíduo na contemporaneidade – e que redefiniram seu modo de ser e viver – indicam a necessidade de repensar os modos de projetar dos designers, que refletem a visão de mundo, a consciência do projetista, da sociedade e das culturas. O desafio, nesse trabalho, é rever como conceber produtos, serviços e sistemas que sugiram inovações, criem interações e fomentem experiências, estruturadas no campo do sensório e do sensível dos usuários. O contexto teórico em questão apresenta a experiência como elemento projetual do Design a partir da concepção de mecanismos de interação que agreguem e combinem diversão e prazer, ampliando as possibilidades de comunicação e interação entre os usuários e os produtos com os quais se relaciona e que passam a mediar vínculos sociais.

Arquivo PDF


VENIZA BENTO DO NASCIMENTO

Orientador(a): Agda Regina de Carvalho

Design de Moda no Entrelaçamento de Sentidos

Resumo:
Este texto identifica a importância da cultura material para a pesquisa, neste caso, pelo acesso a informações sobre design de moda dentro do acervo do Núcleo de Documentação e Pesquisa em Moda, na Universidade Anhembi Morumbi. Esse arquivo, criado há aproximadamente vinte anos, guarda peças que contribuem para o reconhecimento de uma herança cultural, social e econômica. Neste estudo, a seleção e análise de dois spencers – sendo um de lã e outro de seda – indicam as características de um vestuário e interpretam elementos que estão impregnados nas peças. O entendimento da cultura material enfatiza a importância e o papel de um acervo, disponibilizando objetos para o estudo e a compreensão de um momento histórico e de comportamentos inerentes. A observação dos elementos que compõem a vestimenta – como a proporção, o volume, a técnica e a matéria-prima empregada – extrapola o aspecto físico da peça e impregna a cultura material, identificando perspectivas de um período que envolve a história de um objeto no bojo de uma sociedade.

Arquivo PDF


VIVIANE NOGUEIRA DE MORAES

Orientador(a): 
Gisela Belluzzo de Campos

O autor no design de jóias: uma aproximação com o direito

Resumo:
Este trabalho busca a compreensão acerca da sistemática da proteção ao autor no design de joias, com a tentativa de uma aproximação entre o Design e o Direito a partir do conceito de autoria. Por meio de análises bibliográficas, iconográficas e de entrevistas, busca-se entender como a criação em design de joias é vista dentro do próprio design e como se pode pensar uma proteção jurídica a essas criações. O trabalho desenvolve-se em três partes. A primeira parte trata de noções básicas de Direito, propriedade e propriedade intelectual, bem como da contextualização histórica da proteção autoral, proteção industrial e da própria joia. Já a segunda aborda o Design e sua conceituação advinda da Revolução Industrial, discutindo-se o diálogo entre este campo e o da arte; ainda nesta parte, trata-se também do design de joias sob o viés da indústria, da autoria e da criação. A terceira parte do trabalho apresenta alguns exemplos práticos de designers de joias, através dos quais são discutidos os conceitos de apropriação, novidade e originalidade, bem como a possibilidade de se reconhecer o design em produções realizadas com técnicas artesanais.

Arquivo PDF


Comments are closed.