2015

THIAGO AUGUSTO TREVISAN GUEDES

Infográfico animado: narrativas visuais no design
Resumo:
É acerca das superfícies imagéticas que o presente trabalho trata no primeiro momento. Para Aumont (2014), falar sobre “civilização da imagem” é muito amplo. Por outro lado, o termo revela o sentimento generalizado de um mundo de imagens cada vez mais presentes, variadas e intercambiáveis. O cinema é acessível pela televisão, assim como a pintura é observada em reproduções fotográficas (AUMONT, 2014). Com tal volume e diversificação de imagens, percebe-se um intrincado processo de intercâmbio de diferentes formas de narrar e apresentar (BERTOCCHI, 2013). Este projeto investiga o infográfico animado – buscando esclarecer inicialmente os elementos construtivos inseridos na linguagem visual, a partir de Aumont (2014), Caixeta (2005) e Moraes (2013). Em seguida, busca pesquisar o movimento ilusório criado a partir do motion design, na intenção de compreender o atributo temporal como elemento norteador projetual. O método para construir o pensamento teórico do infográfico animado parte da relação e hibridização entre o motiongraphic e o infográfico estático. Após a construção do que vem a ser o infográfico animado, foi possível perceber uma ramificação para diferentes tipos de infográficos animados, que vão do vídeo a animações em loop.

Arquivo PDF


DIEGO JORGE LOBATO FERREIRA

Orientador (a):  Priscila Almeida Cunha Arantes

Moda, memória e museu: um estudo de caso da obra do designer Hussein Chalayan

Resumo:
A presente pesquisa tem por objetivo estabelecer relações entre moda, memória e museu, tendo em vista a compreensão do fenômeno da moda que sai do lugar comum e adentra os espaços museológicos. Através da produção do designer Hussein Chalayan, propomos uma análise teórica acerca da prática do design, colocando em questão as associações entre as representações da memória e do museu e a produção de objetos de design. A partir de uma abordagem histórica do design e de suas inter-relações, identificamos os aspectos relativos a prática do design, destacando as características da produção de Hussein Chalayan e enfatizando como a lógica da moda se articula com a memória e o museu. Neste sentido, investigamos as formas pelas quais as memórias são transformadas em produtos. Assim, dedicamo-nos, também a examinar como a moda e o museu, enquanto campos de produção cultural, se estruturam.


GRACE KISHIMOTO

Orientador (a):  Agda Regina de Carvalho

A pele que envolve o líquido: expressão do design e da arte

Resumo:
Esta pesquisa aborda a embalagem enquanto, área do design, e a ampliação do conceito de invólucro. O ato de envolver ocorre em diversas situações como uma função, e na arte apresenta-se com afinidade. Portanto, para uma melhor compreensão do objeto, o texto apresenta um diálogo entre as áreas, destacando algumas aproximações e distanciamentos – que confirmam as suas relações estreitas – e a importância do invólucro para ambas. A observação da experiência perceptiva do invólucro do design e o da arte colabora para novos olhares e relações entre o sujeito e o objeto.

Arquivo PDF


PEDRO CAMILO ROSA

Orientador (a):  Mirtes Cristina Marins de Oliveira

Alva Noto e Ryuichi Sakamoto na performance “insen live”: dialogismo sonoro e seus aspectos projetuais

Resumo:
Este trabalho pretende investigar as variações e extensões criadas no diálogo entre músicos durante uma performance ao vivo, considerando o processo de relações entre som e imagem por meio das narrativas musicais. Toda a pesquisa desenvolvida neste trabalho será norteada pelo estudo da proposta projetual de design criada no processo dialógico entre o músico e artista sonoro Alva Noto em dueto com o pianista e compositor Ryuichi Sakamoto durante a performance ao vivo da música “ax Mr. L”. Compreende-se a proposta projetual como o processo de construção do diálogo entre os músicos, que acontece na pré-produção, com o preparo do arranjo musical e sequenciamento sonoro-visual e na execução ao vivo da performance.
Para isso serão apresentados aqui o conceito de dialogismo de Mikhail Mikhailovich Bakhtin (1895-1975) e seus desdobramentos, estudados nos trabalhos desenvolvidos pela professora e linguista Diana Barros. A semioticista Julia Kristeva apresenta a compreensão de intertextualidade, conceito estruturante do dialogismo, e é também estudada e apresentada no trabalho.
No texto Dialogismo, Polifonia, Intertextualidade (BARROS, 2011, p. 1), é apresentado um entendimento do conceito de dialogismos mais adaptado à contemporaneidade e à investigação das relações dialógicas dos discursos no universo musical. A contextualização histórica dos estudos de Bakhtin é apresentada no livro “Bakhtin e o Círculo” (BRAIT, 2009, p. 9).
Todo trabalho de análise musical desenvolvido na presente pesquisa é baseado nos estudos de análise musical do musicólogo britânico Philip Tagg e serve não só para analisar a composição do músico Ryuichi Sakamoto, mas também como suporte para entender os processos de estruturação do projeto sonoro de Alva Noto.

Arquivo PDF


VIVIAN SUAREZ MARTINS

Orientador (a):  Gisela Belluzzo de Campos

Expressões visuais e intervenções urbanas: design gráfico, ativismo e manifestação social.

Resumo:
A realização de intervenções urbanas aumentou consideravelmente no Brasil a partir do final da década de 1990, principalmente em decorrência do surgimento de coletivos artísticos que se formaram em diversas cidades do país. Essa investigação propõe apresentar conceitos relacionados aos campos do design gráfico socialmente orientado e da arte urbana, pesquisar suas potenciais aproximações, bem como analisar uma série de intervenções gráficas com o específico cunho de protesto; as peças tratadas nesta pesquisa são cartazes lambe-lambe, adesivos (stickers), memes digitais, obras em crochê e projeções, aplicadas em suportes diversos. A pesquisa tem como principal objetivo o de buscar parâmetros para identificar possíveis categorizações dentro do escopo maior da linguagem gráfica e tipos de solução encontrados pelos interventores ativistas, atuantes no ambiente urbano, físico e digital; para tal análise, foram selecionadas algumas configurações visuais, analisadas sob o ponto de vista da linguagem gráfica, observando, deste modo, as resultantes do agenciamento entre os elementos gráfico-visuais, observados à luz dos itens técnica, sintaxe visual, estilo, materialidade, localização e a retórica. Para o estudo de caso da terceira e última parte, o evento Pimp my Carroça 2014 será apresentado e sua aproximação com os campos do design gráfico e arte urbana serão elencadas e analisadas.

Arquivo PDF

Comments are closed.