2018

ANA RITA VALVERDE PEROBA

Orientador (a): Cristiane Ferreira Mesquita

Design de moda e artesanato no contexto do capitalismo mundialmente integrado: processos
de subjetivação e resistência nas Sereias da Penha

Resumo:
Esta pesquisa busca refletir sobre relações entre design e artesanato, por meio de abordagens teóricas sobre processos de subjetivação e modelização da vida e do trabalho, no contexto do capitalismo mundialmente integrado, bem como a ocorrência de processos de singularização e de micropolíticas de resistência. Utiliza procedimentos metodológicos de investigação teórica e de pesquisa de campo, com análise de documentos, aplicação de entrevistas e observação. Considera a globalização como um fator relevante no contexto contemporâneo e delineia aspectos sociais, culturais, econômicos e políticos, implicados nas interações e nas interfaces entre o campo do design e o artesanato. Objetiva identificar aspectos do design enquanto agente catalisador de mudanças sociais em comunidades com potencial para agregar o saber artesanal aos produtos de moda. Apresenta um histórico da conformação do conceito de Economia Criativa no Brasil e verifica sua operacionalização ao enfocar a experiência da comunidade de artesãs da praia da Penha, na cidade de João Pessoa (PB), junto ao designer de moda mineiro Ronaldo Fraga. A partir desse estudo, a tese apresenta uma abordagem sobre as políticas públicas que modelizam o trabalho artesanal e direcionam os artífices para atuação no mercado, ao mesmo tempo que valoriza processos criativos associados ao design como possíveis ativos econômicos. Procura reconhecer movimentos micropolíticos na comunidade e seu potencial para produzir forças de resistência, bem como singularidades que emergem no trabalho e nos modos de vida das artesãs.

Comments are closed.